Category Archives: Livros

Uma Morte Súbita – O Regresso de J.K. Rowling

Ando a fazer justiça às minhas resoluções de ano novo!

Como algumas eram demasiado pessoais, achei melhor torná-las privadas. Não é o caso desta. Farta de estar sempre a proteger-me na desculpa de que tenho de ler muitos livros técnicos e que assim perco a motivação para ler romances, uma das minhas resoluções foi ler 20 livros até o ano acabar. Não sei se será uma meta muito realista, mas pelo menos que me sirva de incentivo para acabar com a maldita da preguiça.

E aqui está o “testemunho” do primeiro. Acho que comecei bem. =)

Já agora, se alguém desse lado tiver algum livro para me recomendar, ficarei grata em ouvir sugestões!

Os meus recortes de Harry Potter

Já que hoje o dia é de uma nostalgia inevitável, decidi que havia de aproveitar para juntar algumas das coisas que possa encontrar e que tenha escrito antes sobre o assunto. O primeiro “vestígio” que encontrei foi num blog da blogspot, que fundei no dia 14 de Setembro de 2005, dia em que escrevi o que aqui vou pôr, e que só tem três posts, ao todo.

Os seguintes estão num blog que mantive por três anos mas que não tem tantos posts quanto isso. Tem muito mais do que três mas, ainda assim, devem estar numa média de um post por mês. Não vou pôr screenshots porque a letra está muito escura e não consigo entrar porque nem sei a palavra passe. Por isso, vou só copiar as partes que têm referências ao Harry Potter.

25 de Abril de 2006
“Entretanto o nosso blog, o fãs Harry Potter tá cheio de adesão! Desde que pusemos o anúncio na Revista Bravo que temos tido montes de comentários! Depois de passarmos tanto tempo só com 2 ou 3, quando aparecem mais de 20 de uma semana para a outra, até parece brincadeira!”

21 de Maio de 2006
http://www.angelfire.com/scifi2/twoprinces/princes.wmv (este vídeo tá demais, é sobre o Harry Potter – só podia ser! lol)”
-> Este link já não está disponível, o que é uma pena, porque me lembro bem que gostava imenso de ver estas montagens feitas por fãs, adorava vê-las agora. Ainda assim, tenho várias montagens que eu própria fiz e que vou pôr mais abaixo.” http://www.fansharrypotter.blogspot.com/.

Entretanto, tenho uma série de vídeos dedicados à temática. xD Está tudo na conta 2h1r, no YouTube. Não vou pô-los todos aqui porque não são assim tão poucos.

E aqui estão todos os livros que tenho e as respectivas datas em que os li. É claro que os reli várias vezes, mas isso já não assinalei, o que é uma pena, porque até tinha alguma curiosidade em ver em que alturas isso aconteceu.

(O fim de) Uma Era

“Tell me one last thing,” said Harry. “Is this real? Or has this been happening inside my head?”
“Of course it is happening inside your head, Harry, but why on earth should that mean that it is not real?”

Vim a aperceber-me que o facto de ser uma fã mais que aficcionada de Harry Potter é tão adquirido que nem me dou ao trabalho de falar sobre isso aqui no blog. Seria como dizer que tenho sardas, ou que como todos os dias. Cresci de tal modo com os livros, aprendi tanta coisa como eles que, de certo modo, a história se fundiu com a minha vida e moldou a minha maneira de pensar. E hoje, quase onze anos depois, aqui me vi eu, sentada numa sala de cinema, a ver o final da história que marcou o início da construção da pessoa em que me tornei. Por mais que o tempo passe, por muito que eu tenha de enfrentar daqui para a frente, este universo, estas ideias em que eu acredito hoje, estas bases que fazem de mim quem eu sou, vão acompanhar-me para todo o sempre.

O que imaginava hoje, quando cheguei a casa, era uma conversa com os meus filhos. Uma em que a Sofia do futuro dizia que, quando a J.K.Rowling acabou a saga e se despediu dos fãs, disse que Hogwarts estará sempre lá para nos dar as boas-vindas a casa. E a parte mais importante vem a seguir. Depois de o ter relembrado, diria “Depois de todos estes anos, nunca deixou de estar.”

E hoje digo sublinho a impossibilidade de alguma vez abandonar estas bases que construí para mim. Sempre quis ser inteligente como a Hermione, louca como a Luna, desajeitada como o Ron, coração mole como o Hagrid, diferente como o Neville, sábia como o Dumbledore, corajosa como o Snape, decidida como a Ginny, maternal como a Molly, selvagem como o Sirius, instável como a Tonks, compreensiva como a Lily, sensata como a McGonagall, com sentido de humor como o Fred e o George, indomável como o James e, acima de tudo, capaz de acreditar com todas as minhas forças no laço que me une aos outros e no quão ele é bem maior que o medo da morte, como o Harry. E seguir em frente com tudo isto. Porque, de todas as vezes que voltar a Hogwarts, isso nunca significará voltar atrás. Significará, verdadeiramente, como a J.K.Rowling o disse, voltar a casa.