2013: Uma série de recomendações

Tenho o hábito de fazer uma lista ordenada de séries que acompanhei mas, este ano, não só variei um pouco no género do que vi, de tal modo que acharia injusto fazer comparações qualitativas, como achei complicado preencher dez lugares sem estar convicta de que gostava mesmo das séries que enumeraria. Assim sendo, e sem mais conversas, aqui estão algumas das séries que acompanho/acompanhei, por ordem alfabética.

E vocês, o que andaram a ver este ano?

Chuck

De Chris Fedak e Josh Schwartz
NBC
Acção, Comédia, “Geek”
2007 – 2012 (5 temporadas)
Finalizada

Captura de ecrã 2013-08-26, às 21.43.24

Já tinha várias vezes dado com a publicidade a Chuck na 2, mas ficava sempre com a impressão que seria algo do género de The Big Bang Theory, mas mais caricatural. Estava muito enganada. Com a pausa de Verão, em que as séries “suspeitas do costume” vão de férias e nos deixam sem nada para ver, decidi dar um oportunidade a Chuck e não me arrependo. Confesso que achei piada ao facto de misturarem a acção exacerbada das piruetas, fogos e cambalhotas com a trapalhice de Chuck e companhia. O elenco ajuda, e o desenvolvimento de personagens também. A má notícia é que são só 5 temporadas, o que acaba por ser também uma boa notícia, porque nos poupa dos “enche chouriços” e do arrastamento da trama.

 

Doctor Who

BBC
Ficção Científica
2005 – presente (7 temporadas)
Renovada

Captura de ecrã 2013-12-31, às 19.37.51

Tenho de começar por dizer que sinto que aquilo que conheço de Doctor Who é ainda só a ponta do iceberg. Fui finalmente convencida a vê-la e estou, como podem ver pela imagem que escolhi, muito atrasada. Apenas com duas temporadas vistas, três por ver e uns quantos anos de história, quanto mais vejo Doctor Who, mais quero ver. Nem me considero uma enorme admiradora de ficção científica, mas neste caso tenho de abrir uma excepção.

Downton Abbey

De Jullian Fellowes
ITV
Drama Histórico
2010 – presente (4 temporadas)
Renovada

Captura de ecrã 2013-12-27, às 20.11.52

Sim, o final da terceira temporada foi um golpe muito baixo – quem vê a série sabe do que estou a falar. Tão baixo que recomecei a ver Downton Abbey com muita falta de vontade, apesar de continuar a achar que é uma das melhores séries da actualidade. A história seguiu caminhos inesperados e há mudanças que me incomodam – estou a falar dos “três mosqueteiros”; uma vez mais, quem acompanha a série, vai provavelmente entender. Ainda assim, o rigor histórico, o elenco fantástico e a deliciosa paisagem inglesa e do castelo de Highclere faz-nos querer sentarmo-nos a beber chá no jardim enquanto Violet questiona o que é um fim-de-semana.

How I Met Your Mother

De Carter Bays e Craig Thomas
CBS
Comédia
2005 – 2014 (9 temporadas)
Última Temporada

Captura de ecrã 2013-12-22, às 23.27.48

How I Met Your Mother despede-se em 2014 e, embora o diga com pena, já não era sem tempo. A história dos cinco amigos de Nova Iorque, constantemente comparada à incrivelmente bem sucedida Friends (1994-2004), dá o último suspiro de uma forma vacilante. Embora ainda espere que os seus autores tenham várias coisas na manga para os últimos episódios, o início desta temporada foi muito hesitante, seguindo a linha da anterior: alguns momentos muito marcantes e outros permeados pelo desespero. A partir do momento em que Barney e Robin se juntam, Ted torna-se no único que permanece sozinho, apesar de ter sido sempre o mais incuravelmente romântico. À medida que a realidade desse facto vai assentando, torna-se um bocadinho difícil rir do assunto e bem mais fácil sentir pena de Ted. Ainda assim, as temporadas anteriores valem muito a pena, e espero que os episódios que faltam também valham.

Once Upon a Time

De Adam Horowitz e Edwards Kitsis
ABC
Aventura, Conto de Fadas
2011 – presente (3 temporadas)
Renovada
 

Captura de ecrã 2013-12-22, às 23.12.38

Apesar de acompanhar a série desde o início, foi esta temporada que consolidou a minha fascinação pela história. A sua grande mais valia é ter abrandado na introdução de elementos novos e aprofundado a história dos que já conhecíamos, expondo as suas vulnerabilidades e explorando o seu lado bom e mau, quer fossem vilões ou príncipes encantados. A narrativa do “amor verdadeiro” e dos “finais felizes” persiste, mas ganhou novos significados, o que me faz aguardar com muito interesse o que está para vir. Nem todas as séries conseguem reinventar-se na sua terceira temporada, mas esta fê-lo com distinção. A única coisa má que tenho a apontar a esta temporada de Once Upon a Time é que vou ter de esperar dois meses para ver o próximo episódio.

Sherlock

De Mark Gatiss e Steven Moffat
BBC
Policial, Drama
2010 – presente (3 temporadas)
Renovada

Captura de ecrã 2013-12-11, às 20.18.09

Os fãs de Sherlock conhecem bem a agonia de ter de esperar um ano inteiro para ver um novo episódio da sua série de eleição mas, quando a curiosidade é saciada, é-o em grande, com uma história muito bem escrita, actores irrepreensíveis e uma realização cuidada. Cada episódio de Sherlock, de hora e meia, é um autêntico filme que nos deixa a querer sempre mais. Não se admirem se, a partir daqui, as outras versões de Sherlock vos parecerem só aceitáveis, em comparação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s