“O amor é um emaranhado tal de paradoxos, e existe numa tal variedade de formas e cambiantes, que podemos dizer quase tudo o que quisermos a respeito dele, e provavelmente está correcto.”

Henry Finck, in Porque Amamos – A Natureza e a Química do Amor Romântico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s