Como deixar os profs felizes com uma resposta numa frequência em 10 passos

1. No caso de haver um texto/documento de apoio, ler, reler e sublinhar; no caso de ser só uma pergunta para desenvolvimento, ler, reler e sublinhar conceitos – salta para o ponto 4;

2. Considerando ainda que há esse texto/documento, dividir em partes, se possível, identificando claramente os temas e o contexto;

3. Analisar as partes, parágrafo a parágrafo;

4. Explicitar de uma maneira muito elaborada os conceitos identificados;

5. Fazer pequenas referências a vários autores, sem alongar demasiado;

6. Apostar em expressões/citações em línguas estranhas, mesmo que não as domines, como latim, grego, francês ou alemão;

7. Ir buscar exemplos práticos daquilo que se explicita, sempre que possível;

8. Dizer a mesma coisa de maneiras diferentes – mais vale pecar por pequenos excessos que por defeito;

9. Ter uma conclusão aberta, que abra o assunto de modo a que demonstres que sabias o que poderia vir a seguir mas não desenvolves porque não é pedido;

10. Último mas muito importante, atacar o fundo da questão, dar mesmo a ideia de que se percebeu qual era o tema principal e só depois divagar.

Pronto, aqui está a minha lista de “musts”. Isto tudo, é claro, com a matéria bem decoradinha. E não se esqueçam: os professores não querem ler as vossas teorias ou os vossos raciocínios; eles querem ver que tu percebeste as ideias dos outros. E pronto, assim se vai sobrevivendo a um curso de ciências sociais/humanidades.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s